Com certeza você já deve ter ouvido a expressão “quem compra um carro ganha um filho”, e se você tem um ou ambos, sabe que é verdade! Ter um carro pode ser muito prático para sua rotina diária, mas também exige alguns cuidados para que não cause um rombo no seu orçamento. Pequenas atitudes afetam diretamente no custo de um veículo como manutenções preventivas e o controle do consumo de combustível. Continue com a gente para aprender a economizar no consumo de combustível e aproveitar tudo que um carro pode lhe proporcionar!

O consumo de combustível de um automóvel é obtido pela divisão entre a distância percorrida por ele e o volume de combustível gasto nesse percurso, por isso está diretamente associado ao seu estilo de direção e os cuidados que despende com o patrimônio. Se você tem o pé um pouco mais pesado e não é muito ligado nas condições do veículo, saiba que está pagando um preço por isso. Mesmo que você não esteja muito convencido a mudar sua forma de dirigir, é sempre bom saber algumas práticas que podem ajudar tanto no rendimento quanto no desempenho do seu carro. Vamos às dicas?

Leia mais: Aditivo ou água: qual melhor opção para o radiador?

Dicas para reduzir o consumo de combustível

  1. Invista em carro econômicos

Por óbvio, a primeira dica para reduzir o consumo de combustível é optar por um modelo que tenha um bom rendimento. Carros populares com motor 1.0 costumam apresentar um consumo menor em relação aos carros com maior desenvolvimento e motores acima de 1.4. É, infelizmente o principal fator que vai determinar o consumo do seu carro é a velocidade que você dirige…

Se você ainda não escolheu um modelo de carro e está preocupado com os gastos que pode, essa é uma característica importante a ser observada no momento da compra. Além do modelo, considere também o tipo de combustível que o veículo utiliza, automóveis a diesel, elétricos ou híbridos são boas opções em relação ao consumo de combustível (apesar de exigirem um investimento maior no momento da compra).

  1. Pratique uma direção defensiva

A direção defensiva é aquela em que o condutor dirige com atenção, avaliando suas condições físicas e mentais, assim como a via pela qual está trafegando, antecipando e prevenindo situações de perigo. Ações como manter distância dos veículos no trânsito, evitar manobras bruscas realizadas em cima da hora ou arrancadas exageradamente rápidas e não realizar curvas muito fechadas com alta velocidade, são exemplos de uma direção segura e econômica.

Planejamento e velocidade constante são os melhores amigos do consumo de combustível. Cada arrancada exige uma força maior do motor e consequentemente, maior consumo. Nada gasta mais combustível do que o pára e anda – por isso o consumo rodoviário é menor que o urbano. Logo, o melhor dos cenários é estar sempre em movimento, reduzindo e acelerando lentamente de forma a evitar paradas.

Ah, e nada de descer na “banguela” (com o câmbio em ponto-morto), isso não ajuda em nada a economizar combustível e ainda por cima contribui para o desgaste prematuro dos freios.

  1. Mantenha a calibragem dos pneus em dia

Pneus murchos, além de contribuir para o aumento no consumo de combustível, força o sistema de direção e suspensão do carro, bem como diminui a vida útil dos pneus. A solução é verificar a pressão dos pneus de 30 em 30 dias, já que costumam perder 1 libra de pressão a cada mês. Lembrando, também, que cada veículo possui uma calibragem adequada. Portanto, é fundamental respeitar as orientações do fabricante. Outro ponto importante na calibragem dos pneus, é que os mesmos precisam estar frios para que o procedimento seja feito da maneira correta. Além disso, não esqueça de realizar periodicamente o alinhamento e balanceamento das rodas a cada 10 mil km.

Leia mais: Combustível adulterado: saiba como detectar e veja quais danos ele pode causar ao automóvel

  1. Trabalhe a favor da aerodinâmica do veículo

Ao conduzir procure fechar as janelas e o teto solar, quanto mais aerodinâmico seu carro for, menor a resistência de ar e maior a economia de combustível. Também retire todo excesso de peso tanto no interior do veículo quanto no bagageiro. Quanto mais pesado o carro estiver, mais força será necessária para mantê-lo em movimento e, consequentemente, maior o consumo de combustível. Curiosidade: Estudos comprovam que apenas 10 Kg no bagageiro do automóvel já fazem o carro consumir mais combustível.

Aqui também devemos observar o uso correto do ar condicionado. Em velocidades altas, superior a 60 km, é mais econômico ligar o ar condicionado do que manter as janelas abertas. Já em velocidades inferiores, o ar condicionado aumenta o consumo de combustível, principalmente se as janelas do carro estiverem abertas! Se puder, opte por abrir as janelas e desligar o ar, se for inevitável, ao ligar o ar não coloque no resfriamento máximo, isso vai mantê-lo em funcionamento por mais tempo consumindo mais combustível… Você pode aliar isso à procura por estacionamentos sombreados, o que diminui a necessidade da climatização forçada.

  1. Crie hábitos de manutenção preventiva

Existem alguns elementos que você precisa ficar de olho porque podem afetar o consumo de combustível. Acompanhar o consumo do óleo do motor e realizar a troca de filtros sempre que trocar o lubrificante é fundamental, um motor com lubrificação inadequada eleva o atrito de partes internas, resultando em consumo maior de combustível e, pior, danificando componentes.

Também é importante verificar periodicamente o sistema de arrefecimento. A válvula termostática, responsável por controlar a circulação de líquido no sistema de arrefecimento, pode travar na posição “aberta”, permitindo que o motor trabalhe muito frio e fazendo com que a injeção envie mais combustível para o sistema.

Cabos e velas, e o catalisador também devem estar no seu check list de manutenção preventiva.

Por fim, para ajudar a reduzir o consumo de combustível procure escolher postos confiáveis para o abastecimento, assim como o tipo de gasolina ideal para seu automóvel. Na hora de abastecer, não precisa transbordar, encha o tanque o suficiente, o famoso “parar no primeiro clique”. Com nossas dicas temos certeza que seu carro vai lhe economizar algum dinheiro e poupar algumas dores de cabeça!